Agropecuária
CNA anuncia vencedores do prêmio de chocolate dia 14
13/09/2021 às 09h24
Atualizada em

 

Os produtores dos melhores chocolates artesanais do Brasil serão anunciados na terça (14), às 14h, em uma cerimônia virtual do Prêmio CNA Brasil Artesanal 2021 – Chocolate, transmitida a partir da sede do Sistema CNA/Senar em Brasília.

O prêmio é realizado pelo Sistema CNA/Senar em parceria com o Centro de Inovação do Cacau (CIC) e com a Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac). Tem o apoio do Programa Compre do Pequeno do Sebrae.

Entre os finalistas, será anunciado o produtor do chocolate com melhor desempenho geral nas etapas de análise técnica, de degustação às cegas e da história do produto, que receberá o título de vencedor do “Prêmio CNA Brasil Artesanal 2021 – Chocolate” e o prêmio de R$ 6.000. 

O segundo colocado receberá R$ 4.000. O terceiro, quarto e quinto colocados receberão certificados de participação e R$ 2.500, R$ 1.500 e R$ 1.000, respectivamente. Todos receberão certificados de participação e selos de finalistas.

Os sete finalistas são:

Hélia de Moura (Cacauway) - Medicilândia/PA

Lucas Arleo (Chocolate da Ju) - Uruçuca/BA

Luiza Santiago (Kalapa) - Belo Horizonte/MG

Marcela de Carvalho (Cacau do Céu Chocolates Finos) - Ilhéus/BA

Mariana Basaure (Majucau) - São Paulo/SP

Priscila Rosendo (Priscyla França Chocolates) - São Paulo/SP

Ariana Ribeiro (C'alma - Chocolate do grão à barra) - Goiânia/GO

Segundo a assessora técnica da CNA, Marina Zimmermann, o Prêmio CNA Brasil Artesanal 2021 – Chocolate fortalece a produção sustentável de cacau por agricultores empreendedores familiares e pequenos agricultores, estimula a elaboração de chocolates finos artesanais brasileiros, além de dar continuidade às premiações nacionais de alimentos artesanais e tradicionais.

Essa edição do prêmio recebeu 34 inscrições dos estados do Amapá, Pará, Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Goiás.

As amostras de chocolates passaram por análise técnica, em que os degustadores do CIC e Ceplac avaliaram os produtos quanto ao aspecto, cor, sabor, aroma, textura, persistência e teor sólido do cacau e outros requisitos.

Em seguida, um júri popular, formado por 275 pessoas, participou da degustação às cegas para votar nos chocolates que mais gostaram.  O modo de fazer dos produtos foi analisado no quesito história. 

Alimentos artesanais - Essa é a terceira edição do Prêmio CNA Brasil Artesanal. Em 2019, a primeira edição reconheceu os cinco melhores chocolates artesanais do Brasil produzidos por mulheres.  

Em 2020, foi a vez de conhecer os melhores salames artesanais do Brasil. 

Para fomentar esse tipo de produção de alimentos, o Sistema CNA/Senar desenvolve o programa de Alimentos Artesanais e Tradicionais.

Um dos pilares é a Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) gratuita para as agroindústrias artesanais.

Assessoria de Comunicação CNA