FAEB
FAEB emite nota de repúdio sobre vandalismo em Eunápolis e cobra ação rigorosa da SSP
04/07/2019 às 10h45
Atualizada em

A Federação da Agricultura e da Pecuária do Estado da Bahia (Faeb) emitiu, nesta quinta-feira (4), uma nota de repúdio ao ato de vandalismo cometido contra a Varecel, grande produtora de celulose do Sul do estado. Na terça (2), homens armados com facões, pedras e madeiras atacaram vigilantes que prestam serviço à empresa que atua na cidade de Eunapólis.

A Faeb, que representa os produtores rurais, lamentou a manifestação contrária à Varecel que tanto contribui para a geração de empregos na região.

Na nota, a Federação reforçou a manifestação de irrestrita solidariedade aos produtores e sindicatos rurais e à toda cadeia produtiva da região que acaba sendo prejudicada com o ato violento.  

“Essas ações geram insegurança e instabilidade, pioram o ambiente de negócios, dificultando a chegada de novos investimentos tão importantes no cenário atual, de grande desemprego e retomada econômica”, diz um trecho da nota.

A Federação também enviou um ofício para o secretário de Segurança Pública do Estado da Bahia (SSP-BA), Maurício Barbosa, cobrando do Governo do Estado a garantia da ordem pública e a eficácia das decisões judiciais. Também foi solicitado ao titular da pasta medidas rigorosas na apuração e punição dos suspeitos que participaram do ataque.

"Não se pode aceitar a violência de malfeitores que se opõem à margem do Estado de Direito, cometem crimes contra a atividade produtiva, causam prejuízos a quem produz e ignora decisões judiciais", diz parte do ofício.

CLIQUE AQUI E LEIA, NA ÍNTEGRA, A NOTA DE REPÚDIO DIVULGADA PELA FAEB

VEJA AQUI O OFÍCIO ENVIADO AO SECRETÁRIO DE SEGURANÇA PÚBLICA