FAEB
Diretoria do Sistema FAEB finaliza agenda de viagem na Chapada Diamantina
14/02/2020 às 16h34
Atualizada em

A diretoria do Sistema FAEB/SENAR, liderada pelo presidente da instituição, Humberto Miranda, finalizou a semana de viagens pelo interior do estado em uma visita ao polo agrícola de Mucugê e Ibicoara, na Chapada Diamantina. Eles cumpriram agenda nas fazendas Progresso e Igarashi, que lideram o ranking na produção de batata em todo o Brasil, além de ter destaque no cultivo do tomate e café, dentre outras culturas. Eles foram recebidos por Evilásio Fraga, diretor-executivo do Agropolo. 

Na fazenda Progresso, a comitiva conheceu as atividades realizadas no local, o modelo do sistema de produção e a forma de comercialização dos produtos. Segundo Paulo Ruwer, produtor rural e administrador da propriedade, além do cultivo de cafés especiais e batata, eles estão apostando no cultivo de uvas para produção de vinhos especiais na região. “O clima da Chapada é muito bom, com dias quentes e noites frias, e uma diferença de temperatura grande, o que favorece uma boa maturação da uva e, consequentemente, uma produção de um vinho de boa qualidade”, explicou.

Além disso, o local tem uma altitude média de 1.150 metros, amplitude térmica de 10ºC durante o ano e  20ºC na época de maturação e ainda possui um solo fértil. É um cenário perfeito para produção de uvas de alta qualidade. Ele ressaltou ainda que a ideia é fortalecer o cultivo, mas também focar em outras metas, como o turismo rural. "Já está em construção um complexo que reunirá hotel, restaurante e vinícola".

Na fazenda Igarashi, a comitiva foi recebida pelo técnico em Segurança do Trabalho, Erivaldo Sales; pela geógrafa Mara Macedo; pelo supervisor agrícola Eduardo Carneiro e pelo coordenador ambiental, Paulo Cavalcanti. A equipe mostrou toda a produção da propriedade, com destaque para a batata, cebola, alho e tomate, e ainda explicou todo o processo de classificação e comercialização dos produtos. Durante a reunião, eles agradeceram o trabalho realizado pelo Senar na região, através dos programas técnicos e cursos de formação profissional,  como o de defensivos agrícolas, que contou com cerca de 200 participantes, trazendo ótimos resultados para os produtores.

O presidente Humberto Miranda retribuiu o agradecimento deixando a FAEB e o Senar Bahia à disposição para ajudar no que for preciso para melhorar a vida do homem do campo. "É para isso que trabalhamos todos os dias.Fortalecer o setor agropecuário, mas principalmente, fortalecer o homem do campo. O produtor rural é o protagonista de sua história e de sua transformação, e quando ele entende isso, o resultado é esse que vemos aqui. Propriedades modernas, rentáveis, competitivas e sustentáveis", declarou.

À tarde, a comitiva visitou a sede do Sindicato dos Produtores Rurais de Ibicoara, onde também funciona o SESTR – Serviço Especializado em Segurança e Saúde do Trabalho Rural – um modelo de serviço coletivo, em conformidade com a NR 31. A equipe da SESTR apresentou todas as ações que estão sendo implementadas no grupo Agropolo, que tem em sua totalidade quase 15 mil procedimentos realizados durante o ano, com a média de 2.200 funcionários avaliados por mês.

Também conheceram de perto o trabalho dos jovens aprendizes, que atuam nas plantações de café, soja, abóbora, batatinha, uva, amora, citros, morangueiro e bosque de plantas nativas. “Entrei no curso com uma visão completamente diferente sobre o campo, mesmo minha família sendo de agricultores. Aqui eu vi que o setor é viável e tive a oportunidade de aprender coisas novas para dar continuidade aos negócios. Isso com certeza abrirá novas portas no mercado de trabalho”, disse animado, Jeanderson Oliveira.

O Programa Jovem Aprendiz, em parceria entre o Senar e o Sindicato Rural de Ibicoara, capacita e promove o desenvolvimento de pessoas com idades entre 18 e 24 anos, através da Formação Profissional Rural, ampliando as chances de ingresso no mercado de trabalho, com atividades monitoradas e ambiente protegido.

Além de Humberto Miranda, também participaram dessa missão, Rui Dias, vice-presidente de Desenvolvimento Agropecuário da FAEB; Edson Diogo Moniz, 2º vice-presidente Administrativo Financeiro; Paulo Ruwer, produtor rural e Administrador da Fazenda Progresso; Evilásio Fraga, diretor-executivo do Agropolo; Sunny Aaron, representando o diretor da Federação,  Moisés Schmidt; o Engenheiro Agrônomo, Armando Sá e demais produtores rurais da região.

Fonte: Sistema FAEB/Senar