FAEB
Presidente do Sistema FAEB/SENAR, Humberto Miranda, cumpre agenda nas regiões Sul/Sudoeste
16/05/2019 às 11h36
Atualizada em

Cumprindo sua agenda de ações nas regiões Sul e Sudoeste da Bahia, o  Presidente do Sistema FAEB/SENAR, Humberto Miranda, participou do Circuito Baiano da Qualidade da Carne, durante a Exposição Agropecuária de Itapetinga. “A pecuária é de extrema relevância para o estado e um evento como esse representa a força do produtor para expandir novos horizontes e mostrar a sua força”, disse Humberto.

O evento foi realizado no Parque de Exposições Juvino Oliveira, em Itapetinga, com diversas palestras com temas alusivos à pecuária, dentre elas, o tema “Projeto do Circuito Baiano da Qualidade da Carne”, com o palestrante Luiz Sande, Assessor Técnico do Senar Bahia.

Ainda na Exposição Agropecuária de Itapetinga, Humberto Miranda, esteve presente no Seminário do Programa de Apoio a Caprino-Ovinocultura do Sudoeste da Bahia (PROCRIAR), que visa o fortalecimento da estrutura familiar rural, utilizando a caprino-ovinocultura como instrumento gerador de oportunidade de trabalho e renda. “Esse evento tem uma grande importância econômica e social para os agricultores do nosso Estado, na geração de emprego e renda familiar”, disse.

VISITA TÉCNICA

O Presidente da FAEB, Humberto Miranda, acompanhado de sua comitiva, com as presenças da superintendente adjunta da CNA, Natália Fernandes; do presidente do Sindicato Rural de Itapetinga, Eder Ferreira Rezende; do vice-presidente de Desenvolvimento Agropecuário da Faeb, Rui Dias; Guilherme Moura, vice-presidente Administrativo e Financeiro e dos Assessores do SENAR BAHIA, Luiz Sande e Raisa Lopes, visitaram a Unidade de Referência Tecnológica (URT), que tem um trabalho de pesquisas forrageiras mais adaptadas ao semiárido brasileiro.

Humberto Miranda destacou que “a Unidade é um local destinado à avaliação da adaptação de plantas forrageiras às condições climáticas da região do Semiárido, e foi criado com a finalidade de avaliar o potencial produtivo de plantas forrageiras, resultando como novas opções de fonte de alimento para os rebanhos, no fortalecimento da pecuária na região”. 

Fonte: Ascom/Eventos Sistema FAEB