Agropecuária
Presidentes da CNA e da Faeb participam de eventos do Agro na Paraíba
27/09/2022 às 11h22

Uma caravana da Bahia desembarcou em João Pessoa, capital da Paraíba, para participar de eventos voltados ao desenvolvimento do agro na região Nordeste. Liderada pelo presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (Faeb) e do Senar Bahia, Humberto Miranda, e pelo presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, o grupo, formado por produtores rurais e técnicos do Senar, esteve presente no 10º Congresso Internacional de Palma e Cochonilha e no 3º Agropec Semiárido, eventos que ocorrem simultaneamente até o próximo dia 29 de setembro.

O 10º Congresso de Palma terá como foco os avanços na pesquisa e produção da palma e o compartilhamento dos resultados com a comunidade acadêmica internacional. Já o Agropec vai discutir, entre outros temas, como produzir no semiárido nordestino com competitividade e sustentabilidade.

O Sistema CNA/Senar está presente também com um estande institucional, onde exibe suas ações e projetos aos visitantes do espaço. Uma das atrações é um túnel onde o visitante terá acesso a um painel audiovisual para saber mais sobre a "Convivência Produtiva com a Seca". O Projeto Forrageiras para o Semiárido – Pecuária Sustentável também está com um estande no evento. Além disso, técnicos do Sistema CNA/Senar farão palestras no Agropec durante toda a semana.

Em seu discurso na abertura dos eventos, João Martins destacou o crescente interesse pela cultura de palma no país, principalmente para uso na alimentação na pecuária do semiárido.

“Suas características de alta palatabilidade, produção de biomassa e resistência à seca fazem dessa planta um alimento valioso para os rebanhos da região. A palma vem conquistando o seu espaço no país e acreditamos no crescimento do seu uso pecuário nos próximos anos. Durante a minha gestão, transformei essa meta em uma das bandeiras da CNA”, afirmou.

Para que isso ocorra, o presidente da CNA explicou que o Sistema CNA conta com diversas parcerias em áreas como ciência, tecnologia, inovação, assistência técnica e capacitação aos produtores rurais.

Especificamente no ramo da ciência, ele falou sobre iniciativas em projetos de pesquisa e inovações para produtores da região semiárida. Uma delas é o projeto Forrageiras para o Semiárido, desenvolvido desde 2017 pelo Sistema CNA/Senar em parceria com a Embrapa.

O projeto avalia o potencial produtivo de plantas forrageiras, de acordo com as condições de clima e solo da região para as cadeias produtivas de bovinos de corte e leite e ovinos, além de sugerir um cardápio forrageiro baseado em dados científicos.

Na área de capacitação e assistência técnica para a região, Martins citou a atuação do Senar no Projeto Agronordeste atendendo mais de 40 mil produtores rurais, desde 2019, junto com o Ministério da Agricultura.

Segundo ele, os encontros terão a apresentação de 134 trabalhos científicos, 60 palestras (presenciais e remotas), e reunirá representantes de 16 países. A expectativa é de que mais de duas mil pessoas passem pelos eventos.

Ele frisou também a importância da palma como uma atividade econômica rentável, para tirar várias famílias da miséria, da fome e do desemprego. Segundo ele, a utilidade da planta vai muito além de uma fonte de água em tempos de seca, mas também como base de alimentação na pecuária e matéria-prima para indústrias para fabricação de diversos produtos. “Precisamos de ações específica para amenizar os efeitos da seca, para gerar emprego e renda ao invés de acumular prejuízos ano após ano.”, afirmou.

Já a embaixadora do México no Brasil, Laura Esquiavel, afirmou que a palma representa um símbolo de renovação neste momento de crise alimentar pelo qual o mundo passa.

O secretário de Desenvolvimento da Agropecuária e Pesca da Paraíba, Joaquim Hugo Vieira Carneiro, que representou o governador João Azevêdo, falou sobre os desafios para alavancar a produção local de palma.

A solenidade de abertura foi encerrada com uma palestra do diretor técnico da CNA, Bruno Lucchi, sobre a atuação da entidade na defesa dos interesses dos produtores rurais no Nordeste e no Brasil.

Acompanharam a abertura o diretor-geral do Senar, Daniel Carrara, os presidentes das federações de Agricultura e Pecuária da Bahia (Faeb), Humberto Miranda; de Minas Gerais (Faemg), Antônio Pitangui de Salvo; do Rio Grande do Norte (Faern), José Alvares Vieira; e a secretária-executiva do Instituto CNA, Mônika Bergamaschi.

Ascom Faeb, com informações da CNA.