Agronegócio
Sindicato de Coaraci inaugura loja para comercializar produção agrícola
02/12/2021 às 10h32
Atualizada em

Pequenos agricultores de Coaraci, no Sul da Bahia, ganharam uma “vitrine” para expor e comercializar a sua produção. A loja do produtor, uma iniciativa do Sindicato Rural local, foi inaugurada nesta quarta-feira (1) e contou com a presença do presidente do Sistema Faeb/Senar, Humberto Miranda, e do vice-presidente de Desenvolvimento Agropecuário da Faeb, Rui Dias, que foram à cidade exclusivamente para prestigiar os produtores.

A ação integra o projeto de reestruturação dos sindicatos rurais, financiado pela Federação, que prevê melhorias estruturais nas sedes das unidades. Em Coaraci, os dirigentes sindicais foram além da reforma predial e inovaram ao implantar uma cozinha industrial e uma loja própria, onde serão comercializados a produção agrícola e seus derivados.

A cozinha é equipada com fogão industrial, freezer, despolpadeira de frutas, batedeiras e tachos de doce. Os produtores associados vão poder usar a estrutura para fabricar e vendar seus produtos, levando apenas os ingredientes. A iniciativa inédita vai fomentar a fabricação de geleias, doces, bolos e biscoitos entre os familiares dos produtores associados, ao mesmo tempo em que promove e valoriza a entidade sindical. Segundo os idealizadores, toda renda arrecada com a venda dos itens na loja será transferida para o Fundo Sindical.

Com o objetivo de ampliar as vendas e tornar os produtos mais conhecidos, além da unida física, haverá também uma loja virtual, dentro de uma plataforma de vendas on-line. “Forneceremos o espaço físico totalmente estruturado, onde cada um entra apenas com a matéria-prima e contribua com o gás. O uso será mediante agendamento, para que possamos montar um fluxo que todos desfrutem. Acreditamos que assim iremos fortalecer a atividade de muitos agricultores e a nossa instituição”, ressaltou o diretor regional da Faeb e produtor sindicalizado, Venâncio Leal.

O projeto da cozinha e da loja foi custeado pelos próprios associados, através de doações voluntárias. Já a reforma da fachada e do layout do prédio é contemplada pelo programa de restruturação promovido pela Faeb.

Fonte: Sistema Faeb/Senar