FAEB
Sistema Faeb realiza reunião itinerante com Sindicatos dos Produtores Rurais do Sudoeste baiano
09/08/2018 às 20h34
Atualizada em

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia, Humberto Miranda, se reuniu na manhã desta quinta-feira (9), com os presidentes dos Sindicatos dos Produtores Rurais da região do Sudoeste do estado. As principais pautas discutidas durante o encontro, que aconteceu no Sindicato de Itapetinga, localizado no Parque de Exposições Juvino Oliveira, foram a modernização do sistema sindical e a insegurança no campo.

“O objetivo desses encontros é ouvir as demandas de cada região do estado, alinhar ações e atualizar os presidentes sobre algumas modificações do nosso Sistema. Estamos focando nossas ações em retornar a contribuição paga pelos produtores através de prestação de serviços para eles, valorizando aqueles que ajudam a manter o Sistema – Confederação, Federação e Sindicatos. Temos como prioridade direcionar nossos esforços para atender esse público”, afirmou o presidente da Faeb.

O presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Itapetinga, Eder Rezende, ressaltou que “os produtores precisam saber que 60% da contribuição paga retorna para os municípios, para os sindicatos, e são revertidos em serviços para eles”. Ele destacou ainda que “através dos sindicatos os produtores têm representatividade. Nós temos legitimidade para defender os interesses da classe, como foi no caso das invasões de terras aqui na região, por exemplo, quando buscamos o governo do Estado para resolver o problema, junto com a Federação, e conseguimos consolidar a desocupação de propriedades”. 

O encontro contou com a participação do Major Aroldo Horta, que está no comando da 8ª Companhia Independente da Polícia Militar da Bahia (CIPM), na região. Ele ouviu dos presidentes dos sindicatos e do pecuarista Genildo Borges, proprietário de duas fazendas na região, os problemas enfrentados com invasões e roubos às propriedades.

“As invasões de terras tiveram um crescimento muito grande na região desde o final de 2017 e vêm causando enormes prejuízos. Foram cerca de 19 fazendas saqueadas, até os pertences dos funcionários foram roubados e o que não pôde ser levado, como os móveis, por exemplo, foi destruído”, declarou o pecuarista Genildo Borges.

O presidente da Faeb ressaltou que “a violência tem afetado a vida da população brasileira e no meio rural não é diferente. O produtor está exposto à insegurança tanto do lado pessoal, no seu cotidiano e de sua família, quanto no seu negócio, na propriedade rural, de onde ele tira sua renda, um patrimônio privado conquistado com muito trabalho. O produtor que gera emprego, renda e ajuda esse país a manter a economia no ritmo do crescimento tem sua fazenda invadida, destruída e sofre com os prejuízos”.

Planejamento Anual de Trabalho

Também foi apresentado aos presidentes, as diretrizes para desenvolvimento do Planejamento Anual de Trabalho do Senar (PAT). O objetivo é planejar as ações de Formação Profissional Rural (FPR) e Promoção Social (PS) da instituição, realizadas em parceria com os sindicatos, para 2019.

O grupo também visitou a Unidade de Referência Tecnológica (URT) instalada em Itapetinga. A URT faz parte do projeto Forrageiras para o Semiárido – Pecuária Sustentável, uma iniciativa do Instituto CNA e da Embrapa, que tem o objetivo identificar as espécies mais adaptadas ao Semiárido brasileiro.

O encontro contou com a participação dos presidentes dos Sindicatos dos Produtores de Rurais de Iguaí, José Domingos; de Poções, Edson Wanderllan; de Itororó, Antônio Freitas Júnior; de Itambé, Sérgio Luiz da Silva; de Nova Canaã, Ademir Orrico; de Ibicuí, Sérgio Oliveira; de Macarani, Oderval Ferreira; de Jequié, Coronel Ivo; de Firmino Alves; Eudo Oliveira; de Itarantim, Iderval Dias; e de Itaju do Colônia, Casimiro Correia Neto.

Do Sistema Faeb estiveram presentes a superintendente do Senar Bahia, Carine Magalhães; o vice-presidente Administrativo e Financeiro da Faeb, Edson Diogo Moniz; o assessor Jurídico da Federação, Carlos Bahia; o gerente Técnico do Senar Bahia, Rui Dias; o gerente de Programas, Carlos Rio; e o assessor Regional, Mário César.

Fonte: Ascom Sistema FAEB