CONHEÇA O SENAR

A missão do SENAR é realizar a educação profissional e promoção social das pessoas do meio rural, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida e para o desenvolvimento sustentável do país.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – SENAR, é uma empresa de direito privado, sem fins lucrativos, mantida pela classe patronal rural, tendo atuação nos 27 Estados do país.

Foi criado pela Lei 8.315, de 23 de dezembro de 1991, nos termos do Artigo 62 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias, prevendo sua criação nos moldes do SENAI e SENAC, tendo sido regulamentado pelo Decreto 566, de 10 de junho de 1992.

Em nível nacional, está vinculado à Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA e é administrado por um Conselho Deliberativo, constituído por representantes dos Produtores e Trabalhadores Rurais e do Governo.

Na Bahia, vincula-se à FEDERAÇÃO DA AGRICULTURA E PECUÁRIA DO ESTADO DA BAHIA – FAEB, sendo dirigido por um Conselho Administrativo, composto por representações das Classes de Produtores e de Trabalhadores Rurais do Estado e um representante do SENAR Central. Este Conselho exerce a direção superior e a normatização das atividades do SENAR no Estado, quanto ao planejamento, diretrizes e políticas institucionais, controle e avaliação de toda a instituição.

Possui, ainda, um Conselho Fiscal, constituído de representantes dos Produtores e Trabalhadores Rurais e do SENAR Central, que fiscaliza toda a parte financeira e orçamentária da instituição.

Foi instalado, neste Estado, em 31 de março de 1993, tendo iniciado seus trabalhos a partir de junho de 1993, quando realizou seus primeiros cursos e treinamentos.

O SENAR baseia suas ações em princípios e diretrizes estabelecidos pela Organização Internacional do Trabalho – OIT, nas políticas do Centro Interamericano de Investigação e Documentação sobre Formação Profissional – CINTERFOR, formuladas durante reuniões de comissões técnicas, nas políticas dos Ministérios do Trabalho e da Agricultura e nas diretrizes emanadas pela CNA.

OBJETIVOS

Organizar, administrar e executar as ações educativas da FORMAÇÃO PROFISSIONAL RURAL e das atividades de PROMOÇÃO SOCIAL da população rural no âmbito do Estado da Bahia; assistir entidades empregadoras em seus programas de qualificação profissional rural; estabelecer e difundir para o Estado as metodologias próprias para o ensino da formação profissional rural; e, coordenar, supervisionar e fiscalizar todo o processo de Formação Profissional Rural e da Promoção Social.

CURSOS

Inscrições: Para participar dos eventos promovidos pelo SENAR, você deverá se enquadrar na clientela atendida pela instituição: produtor rural que trabalhe em regime de economia familiar, trabalhador rural e seus familiares.
Para maiores informações, procure o Sindicato Rural ou Sindicato dos Trabalhadores Rurais de sua região ou, na ausência deles, a instituição local mais próxima que tenha convênio com o SENAR do seu Estado.
Administrações Regionais do SENAR

ÁREAS DE ATUAÇÃO:

FPR – FORMAÇÃO PROFISSIONAL RURAL
Processo educativo, não formal, participativo e sistematizado, que possibilita ao Homem a aquisição de conhecimentos, habilidades e atitudes para o exercício de uma ocupação.
Trabalhando de acordo com a realidade do mercado de trabalho, o SENAR relaciona abaixo 8 (oito) linhas de ação, as quais vêm sendo estruturadas suas ocupações. 
Linha de Ação: conjunto de áreas ocupacionais pertinentes aos sub-setores próprios da economia do meio rural.

• Agricultura 
• Pecuária 
• Silvicultura 
• Aquicultura 
• Extrativismo 
• Agroindústria 
• Atividades de Apoio Agro-Silvo-Pastoril 
• Atividades Relativas à Prestação de Serviços

PS – PROMOÇÃO SOCIAL
A Promoção Social (PS) é um processo educativo, não-formal, participativo e sistematizado, que visa ao desenvolvimento de aptidões pessoais e sociais do trabalhador rural e de sua família, numa perspectiva de maior qualidade de vida, consciência crítica e participação na vida da comunidade.
As atividades de Promoção Social passíveis de serem conduzidas pelo SENAR foram agrupadas em grandes Linhas de Ação, assim definidas:
• Alimentação e Nutrição 
• Apoio às Comunidades Rurais 
• Artesanato 
• Cultura, Esporte e Lazer 
• Educação 
• Organização Comunitária 
• Saúde